ana.jpeg

Salgados fritos e Salgados assados de diversos sabores e recheios, Mini Salgadinhos para festas, Biscoito Maluquinho, Massa de Pastelão, Torta de Pão, Pastelão e muito mais produtos.

Aceitamos Encomendas!

Direção: Ana e Guilherme

Faça contato com Arte e Sabor: Use nossos canais de comunicação

salgados da tia ana.png

Conheça a nossa história!

e061e698-c3b8-45a9-b166-0ca5c19bdcd6.jfif

Arte e Sabor (Salgados da Tia Ana) é um empreendimento voltado à produção de alimentos em que soma o esforço da família com a vontade de gerar resultados.


É o desafio encarado a partir de várias horas de trabalho todos os dias em nome de um ideal, cujos frutos começam a aparecer.


Confira toda a história a seguir:

Ana Maria da Silva é casada com Ederson da Silva, conhecido popularmente por Badu. Ela trabalhava como costureira e ele como pedreiro. Do esforço e vontade de criar um empreendimento, nasceu a “Arte e Sabor” (Salgados da Tia Ana). Uma empresa que produz salgados fritos e assados, pastelão, massas, biscoito maluquinho e diversos outros produtos alimentícios. O empreendimento familiar conta com Ana, Badu, o filho Guilherme e a nora Priscila.

As atividades já somam 11 anos, desde 10 de março de 2010, tendo iniciado por intermédio de incentivo vindo da parte de um cunhado de Ana Maria. Ele havida decidido abrir uma lanchonete no centro da cidade e necessitava de salgados de qualidade para oferecer á sua clientela. Ana conta que já produzia bolinho de aipim em casa e que muitas pessoas apreciavam o sabor.

8c5ad6e1-1f8e-4287-8cf0-efee22c0d3f7.jfif

Segundo Ana, foi uma mudança e tanto. “Eu era costureira até aquele momento e nunca imaginei que um dia entraria para o segmento de produção de salgados e alimentos. Foi uma reviravolta grande na minha área profissional, mas valeu a pena”, contou Ana.

Atualmente, cinco pessoas trabalham diariamente na produção, que é repassada para estabelecimentos comerciais de Nova Venécia e de cidades vizinhas. Os salgados da Tia Ana podem ser encontrados na lanchonete Smiley Soft, que funciona no centro da cidade, na Delicious Lanchonete no bairro Filomena, na lanchonete Nas Nuvens, do bairro Rúbia, na La Biritas no bairro São Francisco, na Padaria da Débora no bairro São Cristóvão, além de estabelecimentos comerciais de Guararema e de Vila Pavão.

Ana conta como tudo começou. “Começamos nossa produção timidamente, com apenas um freezer, no qual guardávamos material de produção e salgados feitos que precisavam ser congelados. Foi um período difícil. Depois disso, começamos adquirir equipamentos e hoje estamos com a estrutura necessária para produzir salgados e outros produtos em quantidades maiores e com padrão de qualidade já conhecido. Hoje também temos a cozinha industrial completa em sede própria”, informa Ana.

Para alcançar esses resultados, Ana contou com linhas de crédito fornecidas pelo banco do Nordeste. “Com isso, fomos alcançando nossos objetivos e sempre ampliando. Se fosse hoje, começaria tudo de novo sem qualquer dúvida. Porém, agradeço a Deus pelos avanços que já temos, pois a luta foi grande”, explica.

ana.jfif

Sobre apoio e orientação nos negócios, Ana esclarece que contou com apoio fundamental e decisivo. “O Beneir da Lanchonete Smiley Soft foi um grande incentivador, pois acreditou e incentivou lá no começo. Agradeço a ele por todo o meu aprendizado em termos de comércio. Ele me ensinou a trabalhar, mas também viver do fruto de nosso trabalho”, comemora Ana.

Conseguir manter a faixa de preço dos produtos sem grandes reajustes, apesar do aumento do preço dos insumos de produção por causa da pandemia, com certeza tem muito a ver com o trabalho em família e pelo fato de ter sede própria, sem despesas com aluguel e outros contratempos.

Ana atribui a valorização dos seus produtos pelos clientes ao comprometimento e ao amor que dedica diariamente ao serviço, mantendo sempre o padrão de qualidade. Ela aconselha a quem pretende iniciar um empreendimento, que seja persistente, pois as dificuldades existem e aparecem sempre. “Nos primeiros dois anos o lucro é pequeno e é preciso persistir e administrar. Se fôssemos ouvir opiniões exteriores, teríamos desistido logo no começo. No caso, acreditei em mim e no meu produto e decidi continuar, apesar das dificuldades”, lembra Ana.

A empreendedora agradece primeiramente a Deus pela força e saúde durante a sua jornada. “Também estendo meus agradecimentos à minha família pelo apoio e companheirismo de sempre, ao Beneir e à Luzia, que nos auxiliaram a começar este empreendimento; Ao Banco do Nordeste, que é parceiro e acredita em nosso empreendimento e em especial a cada cliente que compra nossos salgados”, afirma Ana Maria Silva.

Ana, que recebeu a reportagem para entrevista, encerra afirmando que pretende investir na instalação de painéis de energia solar e na construção de uma câmara fria para armazenamento de produtos. “O empreendedor nunca pode parar”, afirma Ana Maria Silva.

Arte e Sabor foi a Capa da revista Leitura Dinâmica, de dezembro de 2021

CAPA DA REVISTA.png

Arte e Sabor é sinônimo de trabalho e muita dedicação que resulta em produtos de qualidade e sabor inconfundíveis. É o resultado de horas e mais horas de esforço em torno de um ideal único, resultante da união familiar com o desejo de empreender.

A Arte e Sabor (Salgados da Tia Ana), representada pelo casal Ana Maria e Edson 'Badu' e pelo filho Guilherme) ilustrou a Capa da edição de Fim de Ano da revista Leitura Dinâmica em forma de homenagem aos méritos de empreendedorismo e dedicação. Esforço esse que valeu e continua valendo a pena. Votos de Sucesso!