Aos 68 anos, o que Nova Venécia tem a comemorar?


A Emancipação Política e Administrativa de Nova Venécia foi aprovada pela Câmara dos Vereadores de São Mateus em sessão acalorada, realizada no dia 28 de agosto de 1953. O novo município foi criado pela Lei 329 e só foi oficialmente instalado no ano seguinte, em 26 de janeiro de 1954.

Na época, havia um grupo de vereadores contrários a criação do novo município. A votação da emancipação de Nova Venécia foi colocada em pauta devido a uma viagem de alguns integrantes desse grupo a Vitória. Deste modo, a matéria foi apreciada e nasceu o novo município, em clima acirrado, com direito a ameaças, impropérios e até uso de armas de fogo durante a sessão.


O que é Nova Venécia atualmente

Nova Venécia está localizada no centro geográfico da região norte do Espírito Santo e é um dos 27 municípios abaixo do Rio Doce que fazem parte da área de atendimento da Sudene por causa do ciclo da seca.

A cidade está em franco crescimento, expandindo novos bairros, empreendedorismo e serve de base comercialmente para toda a região, com melhoramentos advindos do Governo do Estado e investimento próprio do Município. Sua população estimada é de 50.434 habitantes, segundo dados do IBGE de 2020.

A extensão territorial é grande e resulta em setor rural diversificado e produtivo, com ampliada malha viária vicinal. Cafeicultura e pecuária leiteira e pimenta do reino ainda é a base economica do município, associado ao setor de rochas ornamentais e suas variedades.

O município também tem destaque para a agricultura de subsistência, agroturismo, fruticultura e uma gama de produtos novos que ganha o mercado e conquista espaço a cada dia. As belezas naturais são atrações à parte, chamando atenção para as formações rochosas, cachoeiras, cursos d’água e outras belezas naturais.



Relevo único

O município é montanhoso e possui imensas jazidas de granito, com beneficiamento próprio. Seu território está situado quase em sua totalidade sobre uma formação rochosa muito antiga, um escudo cristalino formado há cerca de 600 milhões de anos, mas hoje bastante desgastado, formado pelo resfriamento do magma sob a superfície e posterior exteriorização pelos processos erosivos.

Apenas um pequeno trecho do município, na divisa com São Mateus, ocorre o início de uma bacia sedimentar. Em alguns locais é possível extrair pedras preciosas como águas marinhas e esmeraldas. Devido à sua geologia, em Nova Venécia não há possibilidade de haver petróleo, como no caso de São Mateus. A formação montanhosa mais conhecida e cartão postal da cidade é a Pedra do Elefante, com cerca de 604 metros de altutude.

A geologia do município é acidentada, com muitos morros e colinas e poucas áreas planas. A cidade se desenvolveu principalmente ao longo do valeo do cricaré, mas também se estende para atrás de algumas colinas, com a chamada cidade alta.


Hidrografia

O Rio Cricaré nasce na serra da Safira, em Minas Gerais e possui uma extensão de 188 quilômetros, sendo 104 deles no Espírito Santo. A pesca, juntamente com a agricultura e a exploração de minerais, como as rochas ornamentais são as principais atividades econômicas. Suas águas são verdes e calmas. Possui uma bela vegetação em sua margem e um belo visual ao entardecer.

Os afluentes mais importantes do Rio Cricaré são o Córrego do Garfo, o Córrego Paulista, o Córrego Todos os Santos, o Córrego Alegre e o Córrego da Rapadura, na margem esquerda. Na margem direita, Ribeirão de São Francisco, Córrego Perdida, Córrego Guararema, Rio Muniz Freire, Córrego Boa Esperança e Rio Preto.


População e cultura

Nova Venécia é um município com forte influência cultural italiana, atualmente muito valorizada, devido ao fato de nos seus primórdios ela ter sido uma colônia de imigrantes italianos no Estado. Há alguns alimentos típicos, como a polenta, parte da população tem ascendência italiana e alguns preservam seus costumes. Há forte influência também de alguns outros grupos, como pomeranos e alemães e nordestinos.


Malha viária

Nova Venécia é interligada por diversas rodovias, todas asfaltadas e em ótimo estado de conservação, que conduzem a capital do Estado do Espírito Santo e ao Estado de Minas Gerais. Conta também com um aeroporto para pequenas aeronaves.

De 1929 à 1941, Nova Venécia foi a ponta terminal da Estrda de Ferro São Mateus, que cortava e atendia a região. Na época, a ferrovia de 68 km tinha como função escoar a produção de madeira e café da região ao porto fluvial de São Mateus, além do transporte local de passageiros, quando Nova Venécia ainda era um núcleo pertencente à atual cidade vizinha.

Obteve vida curta, sendo desativada e erradicada no ano de 1941, tendo seus trilhos e materiais vendidos pelo Governo Estadual. O seu antigo leito ferroviário deu lugar à atual rodovia ES-381.




Turismo

A Área de Proteção Ambiental da Pedra do Elefante está situada a cerca de 10 km do centro do município, no sentido Nova Venécia a São Gabriel da Palha, medindo 2.562 hectares. O Decreto de sua criação foi publicado no Diário Oficial do Estado, em 2001. Situada em local privilegiado, possuindo um cenário invejável, oferece grande diversidade de atrativos turísticos entre eles destacam-se: também fazem parte os inúmeros pontos turísticos que presam o capital e a economia do município como o circuito das águas caracterizado por: Cachoeira do cravo, Pionte, Cachoeira Boa Vista (Córrego da Areia, casarão, casa de pedra, Pedra do Elefante, dentre inúmeros outros que fazem parte do turismo deste belíssimo município destacado também como o mais importante produtor de granito brasileira.

Na APA, também está localizada a Fazenda Santa Rita a qual é pioneira no sistema cama e café, o qual o turista mediante reserva desfruta de hospedagem e gastronomia típica rural. Nas dependências da Fazenda encontramos um mini-museu, o qual possui objetos referentes a passagem do desbravador Barão de Aimorés pelo município.O Assentamento Córrego Alegre, a 1 km da sede do município, é tido como exemplo nacional de Reforma Agrária que deu certo, sendo este o menor em extensão territorial, produz com abundância.

Gameleira: Árvore Localizada na base do Santuário Nossa Senhora Mãe dos Peregrinos, possui mais de 15 metros de altura e raízes que ultrapassam 1,80 m de altura. Sua existência ultrapassa os 100 anos de idade.

A Pedra da Fortaleza é um monumento natural localizado no Distrito de Guararema. A Pedra da Fortaleza com seus 964 metros de altitude é o ponto mais alto de Nova Venécia. A Pedra do Elefante é o principal símbolo de Nova Venécia, medindo 604 metros de altitude, é um monumento paisagístico natural, tombado pelo Conselho Estadual de Cultura. Possui uma variedade de atividades turísticas: caminhadas, trilhas ecológicas, trecking, enduros, escaladas, dentre outros, movimentando um enorme fluxo de turistas.

O Santuário Nossa Senhora Mãe dos Peregrinos é erguido sobre uma rocha com traços arquitetônicos simples, tendo a capela pertencente a comunidade veneciana, atraindo fiéis católicos de todo o Estado.


Associativismo

Por último, mas não menos importante, o associativismo faz parte de Nova Venécia e vem sendo importante opção na hora de somar forças, seja no campo ou na cidade. Produtores rurais, empreendedores urbanos e comunidades têm se organizado em associações para captar recursos, promover projetos e viabilizar novas ações. É uma iniciativa que merece todo apoio e singular respeito.


Veja o Documentário em Video a seguir:



Confira as principais imagens na galeria abaixo:



Este conteúdo é uma compilação de informações catalogadas a respeito do Município de Nova Venécia e foi atualizado

Editor: Wilson Reis (Jornalista - DRT-ES 01358)

Imagens e Vídeos: Cidicléia Reis

Colaborou na produção deste conteúdo: Arilso Teixeira Maria (professor)

Produção e Distribuição: Portal Jornet Mix (www.jornetmix.com)


APOIO:





114 visualizações0 comentário