Fundo Municipal de Cultura de Nova Venécia recebe recursos do Governo do Estado


Uma boa notícia para os fazedores de cultura de Nova Venécia. Nesta semana, o Secretário Municipal de Cultura de Nova Venécia, João Júnior Vieira dos Santos, juntamente com a equipe técnica da Sectur, assinou o que pode ser considerado o marco histórico na política pública cultural do Espírito Santo, contemplando diretamente Nova Venécia.


O ato da assinatura do coinvestimento de repasse fundo a fundo feito pelo Governador do Estado, Renato Casagrande ocorrido no Palácio Anchieta, será repassado ao Fundo Municipal de Cultura de Nova Venécia o valor de R$ 122.906,32, com a contrapartida da Prefeitura, no valor de R$ 61.453,16, totalizando R$ 184.359,49. Esse recurso será aplicado pelo município através de programas e ações via editais e chamadas públicas, beneficiando todos os fazedores de cultura de Nova Venécia.


O Secretário de Cultura e Turismo, João Júnior Vieira dos Santos, informou que esse recurso será muito importante para os artistas locais. “Vamos fomentar, desenvolver e promover o maior número possível de pessoas envolvidas culturalmente com Nova Venécia. A Secretaria não medirá esforços para esse recurso chegue da forma mais prática e rápida a quem é de destino. Por isso, faremos uma força tarefa com nossos técnicos para estudo e aplicação", comentou.



Durante a cerimônia, foram anunciados os 46 municípios habilitados para receber o recurso do Programa de Coinvestimento a Cultura do Governo do Estado, repasse Fundo a Fundo e foram anunciados os valores que cada município receberá e que deverá coinvestir.


Ao todo, serão repassados R$ 5 milhões do Funcultura da Secult e serão coinvestidos cerca de R$ 3,3 milhões pelos municípios habilitados, totalizando R$ 8,3 milhões em investimentos na cadeia produtiva da Cultura no Estado. O recurso será gerido pelos municípios de forma a descentralizar as ações culturais, abarcando a realidade específica dos seus territórios.



Esse repasse é inédito em todo o País e sem dúvida será referência para que outros estados implementem fazendo valer definitivamente uma importante razão de existência dos Sistemas de Cultura que consiste na consolidação de Políticas Públicas de Estado para o fomento à cultura.


Conteúdo publicado por: Wilson Reis (Jornalista - DRT-ES 01358)

Fonte-Base e Imagens: Assessoria de Comunicação da PMNV


10 visualizações0 comentário